Se você é novo convertido, ou está há anos na igreja já deve ter se perguntado ou sido questionado sobre o que um crente pode ou não fazer. Dentre uma dessas questões temos: O cristão pode pular carnaval?

Podemos considerar essa a festa que mais expõe em sua essência o pecado que o cerca. Então, antes de mais nada, vamos te dar a resposta. NÃO! O CRENTE EM JESUS NÃO COMEMORA O CARNAVAL! 

Obviamente não vou apenas dar a negativa, mas te explicar os motivos pelos quais não celebramos esta festa pagã.

 

O NOME

Carnaval, em latim, vem de festa da carne, onde, durante as festividades, todos podem realmente abusar do bom senso e da boa moral. No carnaval há espaço para o adultério, para a prostituição, impureza, lascívia – que é a sensualidade, pornografia e devassidão – idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias – que são as teimosias e tenacidade – ciúmes, iras, discórdias, dissensões – que são as desarmonias, divisões e desacordos – heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e outras coisas semelhantes a estas mais acontecem.

Notou que eu retirei esta lista de Gálatas 5:16? Este é um texto muito conhecido pela Igreja que fala das obras da carne.

Muitas pessoas tentam defender a festa de carnaval como sendo apenas algo cultural. Mas amados, sejamos sinceros, ninguém está pensando numa festa cultural. Basta você ver o acréscimo de vendas de bebidas alcoólicas, de nascimento de crianças entre outubro e novembro (fiz essa pesquisa na faculdade de Psicologia), número de mortes em brigas e teremos uma clara exposição sobre o que a nossa “cultura” entende como carnaval.

Pois bem, dito isso, continuo…

A bíblia nada fala a respeito especificamente do carnaval, pelo fato dessa festividade ser muitíssimo posterior ao período em que a mesma estava sendo escrita. Mas, tudo o que o que é esperado no carnaval, a bíblia reprova, como conduta genuinamente cristã. Desde orientações bíblicas doutrinárias, como exemplos dos homens do passado.

Um exemplo, encontramos em todo o Antigo Testamento, onde os profetas não compareciam a festa dos reis, pelo simples motivo dessas festas serem saturadas de bebidas, sensualidade, mentiras e comportamentos carnais. Nunca um genuíno profeta foi a uma festa dada por um rei. Porém, temos também textos bíblicos que quando colocamos “lado a lado” com a festa de carnaval, por amor a Jeová, reprovamos na hora tal festividade. Por exemplo:

Romanos 13.12-14: “A noite é passada, e o dia é chegado. Rejeitemos, pois, as obras das trevas, e vistamo-nos das armas da luz. Andemos honestamente, como de dia; não em glutonarias, nem em bebedeiras, nem em desonestidades, nem em dissoluções, nem em contendas e inveja. Mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo, e não tenhais cuidado da carne em suas concupiscências.”

Tal texto, Paulo fala a respeito de como vivíamos, na noite (trevas/ pecado), mas um dia, o Senhor Jesus brilhou sua luz em nós. A partir desse momento, como cristãos, andamos honestamente, à luz do dia (Cristo) e não nas concupiscências oferecidas por tal festa, ou em qualquer outra situação semelhante a esta!

Outro texto bíblico a refletirmos está em

I Coríntios 2.12-16 – “não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus. As quais também falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais. Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele por ninguém é julgado. Porque, quem conheceu a mente do SENHOR, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo”

 

MAS ASSISTIR O CARNAVAL EU POSSO, CERTO?

Errado! Até mesmo assistir o Carnaval via TV não é uma prática do puritanismo cristão. Paulo nos oriente em I Tessalonicenses 5.22: “Abstende-vos de toda a aparência do mal.”

Não quero ser prolixo, mas talvez já esteja sendo, quero citar um último verso

2 Coríntios 6:15-18 “E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. Por isso saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; E não toqueis nada imundo, E eu vos receberei; E eu serei para vós Pai, E vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-Poderoso.”

As escrituras aqui demarcam o divisor de águas, entre nossa santificação e aquilo que é oferecido por Belial (diabo). Dessa forma, não temos parte alguma com essa festividade carnavalesca, onde mulheres estão seminuas  – algumas até mesmo nuas –  onde muitos pregam que nesses dias “ninguém é de ninguém”, onde as bebedices e glutonarias são o carro chefe da diversão.

Que Deus guarde nossos corações a ponto de termos nojo de toda essa carnalidade. E nunca venhamos nos esquecer: CRISTO em Nós, Esperança da Glória! Que Deus tenha misericórdia de nós e que possamos viver essa verdade.

Em amor,

Pr. Rodolfo